Principais blogs sobre e-commerce para gestores de lojas virtuais

Principais-blogs-sobre-e-commerce-para-gestores-de-lojas-virtuais

A segurança é uma etapa importante em qualquer e-commerce, mas gerir um negócio desse tipo envolve diferentes habilidades, investimentos e pontos de atenção. Para quem pretende conhecer esse universo mais de perto e obter percepções de como se destacar dos concorrentes, a Site Blindado separou uma lista de alguns blogs sobre e-commerce para você ficar de olho.

Além de segurança do e-commerce, tratada aqui no nosso espaço, veja outros blogs que podem fornecer dicas úteis para sua loja virtual:

Admatic

O blog da Admatic é destinado ao marketing digital com foco em performance – um formato ideal de campanhas para os e-commerces. Neste blog, os gestores podem obter dicas para segmentar suas ações de divulgação de produtos e entender como obter maior controle do orçamento mantendo o ROI alto.

Endeavor

O blog da Endeavor é focado em empreendedorismo em diferentes áreas. Por outro lado, o conteúdo é bastante rico e relevante para qualquer gestor de e-commerce. Há ótimas dicas para quem busca inovação, inspiração e técnicas para manter o negócio com alto rendimento.

E-commerce Brasil

É um portal brasileiro com artigos, notícias, eventos e informações em diversos formatos orientadas ao e-commerce. O site também é promotor de um dos maiores eventos nacionais para o segmento de e-commerce e mantém uma publicação regular impressa.

SkyHub

Este blog é ideal para e-commerces que já estão no marketplace ou que pretendem explorar as vendas neste canal. Há artigos que explicam desde o passo a passo para entrada, como os processos de administração de sua loja virtual. O modelo de negócio está em crescimento e pode ser estratégico para quem quer atingir um novo target.

Sieve

Estabelecer preços nas vendas do e-commerce e marketplace pode ser desafiador, mas este blog vai explicar como fazer isso de forma simples, automatizada e com base em dados de concorrentes. Além disso, há muitos artigos com dicas sobre precificação que podem te ajudar na hora de gerir suas ofertas.

Você já acompanha estes blogs? Além desses, que outros sites costuma ler para obter insights para a administração de seu e-commerce?

Glossário: traduzindo a segurança para o e-commerce

Traduzindo-a-segurança-para-o-e-commerce

Quando falamos em segurança para o e-commerce, alguns termos são constantemente mencionados, mas muitos deles podem ser totalmente desconhecidos por algumas pessoas que ainda estão em processo de criação de suas lojas virtuais. Os termos de segurança podem gerar algumas confusões e não explicar exatamente o que cada serviço realmente faz para proteger o site e como eles se diferenciam uns dos outros.

Para quem tem dúvidas, abaixo separamos uma lista traduzindo os termos de segurança mais utilizados no dia a dia do e-commerce:

Antimalware – é um scan do site para entender se ele está infectado e distribuindo malwares (códigos maliciosos que invadem computadores)

Autoridade Certificadora – é a instituição responsável pela emissão de diferentes certificados digitais

Blacklist – são listas que identificam sites e/ou e-mails que distribuem spam

Blindagem de Sites – é um pack de serviços da Site Blindado que identifica e corrige vulnerabilidades de sites

Certificado Digital – são validações da segurança dos sites

Chave CSR – trata-se de arquivo de texto contendo informações para a solicitação do certificado digital e que é gerado pelo servidor web

Code Signing – é um certificado para desenvolvedores de software assinarem digitalmente os códigos fontes de aplicações criadas por eles

MDC – Múltiplos domínios – é um certificado para empresas que possuem múltiplos endereços e desejam criptografar todos eles

PenTest – este é um teste que simula uma invasão no site com o objetivo de encontrar e corrigir as falhas de segurança identificadas

PCI – são normas estabelecidas por instituições financeiras mundiais para garantir segurança nas transações de pagamento por cartões de crédito

San UCC – é um certificado para aplicações em Microsoft Exchange

Spam Bots – são programas automatizados que geram tráfego exagerado para um site através de robôs

SSL – é uma criptografia básica para qualquer e-commerce que visa proteger informações trafegadas no site

SSL EV – esta é uma criptografia de validação estendida, que além de proteger informações trafegadas no site, valida a razão social e CNPJ da empresa

Vulnerabilidade – são falhas de segurança que podem ser explorada por alguém mal-intencionado

WAF – é um firewall de segurança que protege as aplicações web de ataques e invasões

Wildcard – é uma criptografia para quem pretende proteger diversos subdomínios sob um endereço específico

Faltou algum termo que você ainda não conheça? Compartilhe conosco que iremos ajudá-los!

 

Principais motivos para aquisição do certificado SSL

principais motivos para aquisição do certificado SSL

O cadeado verde, como geralmente é identificado o certificado digital SSL, possui uma função clara de estabelecer uma conexão segura entre o visitante e os servidores da loja virtual por meio de um túnel de criptografia. Dessa forma, os dados da empresa e clientes estão seguros e codificados, evitando que uma terceira pessoa possa interceptá-los e utilizá-los de forma indevida.

Elencamos alguns outros motivos que demonstram como o SSL pode ser útil a um negócio.

Demonstrar o mínimo de segurança para os seus clientes:

O cliente precisa ter sua percepção de segurança impactada antes de uma compra e hoje já não é mais aceito pelos consumidores lojas virtuais sem o “https://” ativado no site. Outras ações de segurança como a blindagem de sites são importantes, mas o SSL é o mínimo a ser oferecido.

Educação online que foi criada pelos bancos:

Desde o início da internet, o segmento bancário foi o que mais investiu para conseguir criar uma percepção de segurança na internet e guiar os seus consumidores para a utilização desse canal como forma de reduzir a dependência das agências e os grandes investimentos do setor.

Por isso, é importante perceber como essa educação foi realizada. O banco sempre nos enviou comunicados, criou materiais impressos e até mesmo investiu em publicidade para educar os consumidores a procurar o cadeado e até mesmo clicar nele antes de efetuar suas transações bancárias pela internet.

Portanto, é fundamental que tenha o SSL para não ver os seus visitantes trocarem o seu site por outro mais seguro, já que eles já estão sendo educados há algum tempo.

É necessário para as campanhas e indexação de sua página:

Dependendo da sua categoria, isso será um pré-requisito antes de criar suas campanhas online junto a diversos canais de publicidade. Essa é mais uma função que o SSL exerce. Recentemente, o Google divulgou que sites sem o SSL terão pior desempenho em seu ranqueamento de SEO, portanto, para não desperdiçar todo o trabalho de otimização do seu e-commerce, invista em uma certificação digital SSL.

Antes de vender na internet com cartão de crédito, você precisará de um:

Adquirente. Empresas como Cielo, Rede, Stone, entre outras, afiliam os lojistas para que possam vender com cartões de crédito.  Elas também exigem o SSL antes do lojista ser homologado e liberado para vender online e efetuar cobrança com cartões.

Ajuda a criar a sua credibilidade online:

O certificado digital, bem como os selos de segurança e Blindagem de Sites, o seu atendimento, serviço de entrega, entre outras coisas, são fatores que ajudam a construir a sua reputação digital. Dizendo, muitas vezes, muito mais sobre a sua empresa do que qualquer anúncio, promoção de frete ou preço baixo que você consiga oferecer!

Fundamental, simples de contratar e com valores super acessíveis:

O SSL não é o serviço mais completo de segurança, nem tampouco fará com que a sua credibilidade perante o consumidor dê grandes saltos. Na verdade, o certificado evita que sua reputação se perca.  No entanto, ele é mais barato que boa parte dos demais serviços de segurança, sendo algo de muito valor, simples de contratar e com contratação viável por qualquer tipo e tamanho de loja virtual.

Essas são algumas das principais razões para você não deixar de contratar o seu certificado digital SSL antes de começar um site na internet. Atualmente, o certificado já está disponível de forma muito simples, podendo ser comprado online, diretamente com as principais empresas de segurança, pago no cartão de crédito e, muitas vezes, até em mensalidades.

* Texto originalmente publicado no E-commerce Brasil