Certificado digital para lojas virtuais e e-commerces

Está montando uma loja virtual e está incerto quanto a necessidade de utilizar um certificado digital? Preparamos esse post para explicar quais as vantagens de usar o certificado (também chamado de SSL – Secure Sockets Layer), em que situações ele é obrigatório e como instalar na sua plataforma.

O papel do certificado digital SSL é proteger as informações que seus usuários estão mandando para você (como dados de email, login, senha e número de cartão de crédito). A proteção é feita via criptografia, impedindo que um atacante consiga decifrar as informações caso a mesma seja interceptada.

A utilização do SSL é obrigatória em uma situação: caso você queira processar pagamentos diretamenta com a Cielo ou Redecard, pois é uma exigência dessas duas empresas. Se você preferir utilizar um gateway de pagamentos, como a Mundipagg, ou um intermediador, como o Moip; não há necessidade.

Entretanto, continua sendo prudente utilizar para proteger os dados de login (como email e senha).

Vantagens de usar SSL

Como dono de uma loja virtual, você é responsável por todos os dados dos seus clientes. Se um cliente usa um email e senha (ou mesmo dados do cartão de crédito) em seu site, você se torna o responsável pela segurança dos mesmos.

Por causa disso, o SSL é crucial. Com o SSL, você garante que a transferência dos dados entre o cliente o servidor da sua loja virtual é segura e está protegida.

Além disso, utilizar um certificado digital na sua loja virtual aumentará suas vendas! O “cadeadinho” e o HTTPS na barra de endereço transmitem segurança para o seu cliente que, consequentemente, sente-se mais seguro para realizar a compra.

No caso de utilizar um SSL EV (Extended Validation), o impacto é ainda maior: a barra de endereço muda de cor para verde e o nome da empresa fica visível. Dessa forma, o usuário saberá que o site é legítime e realizará a compra.

Certificado digital na sua plataforma

As plataformas oferecem duas categorias de SSL: o SSL compartilhado (padrão e gratuito) e o SSL próprio (ou exclusivo). Vamos explicar brevemente qual a diferença de cada um deles e quais pré-requisitos para fazer a mudança do compartilhado para próprio.

Pré-requisitos

Para migrar para o SSL exclusivo é necessário possuir um IP fixo. Normalmente, esse IP fixo precisa ser solicitado para sua plataforma ou hospedagem.

Esse é um pré-requisito técnico; ou seja, independe da vontade de sua plataforma!

SSL Compartilhado

Esse tipo de certificado digital fica instalado no domínio (site) da plataforma e não no seu. Por causa disso, quando seu cliente vai realizar uma compra, o endereço da página muda de http://seusite.com.br para http://nomedaplataforma.com.br/seusite. Essa mudança não é prevista pelo usuário, deixando-o assustado e preocupado com a segurança da compra – causando o abandono de carrinho.

Por causa disso, o SSL compartilhado protege as informações do seu consumidor, mas prejudica sua empresa – em termos de vendas perdidas. Para evitar perder as vendas, é necessário contratar um SSL exclusivo.

SSL Exclusivo/próprio

O certificado digital exclusivo protege seu site da mesma maneira que o compartilhado, mas mantém toda a experiência de compra dentro do seu site. Assim, não assusta o usuário e aumenta suas vendas significativamente.

Esse é o SSL indicado para uma loja virtual de qualquer tamanho: desde as fazem menos de 10 vendas por mês!

Conheça nosso SSL

Caso ainda não seja cliente, entre em contato pelo formulário abaixo e saiba como a Site Blindado pode te ajudar:

 

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s