Defacement: como evitar que seu site seja acessado e alterado

como-evitar-que-seu-site-seja-acessado-e-alterado

Você já ouviu falar de defacement? Ele também pode ser chamado de deface e ainda tem quem se refira a ele como “pichação”, que no final das contas, trata-se de um definição bem apropriada, trata-se  do nome que é dado as pessoas mal intencionadas que realizam alterações em páginas web. Essas mudanças podem ser relacionadas aos conteúdos existentes na página, no caso de e-commerces, até mesmo a descrição dos produtos e valores.

Também podem ser alterados aspectos gráficos, como por exemplo, a posição do logo ou inserção de outros elementos, como mensagens com os mais diversos objetivos, desde ativismo, posições políticas, vinganças pessoais de ex-funcionários ou ainda desmoralizar uma pessoa, negócio ou instituição.

As principais modalidades para a práticas do defacement são: exploração das vulnerabilidades em códigos de linguagens e a invasão do servidor onde o site está instalado.

Invasões desse tipo podem esconder perigos

Para ter acesso a sites esses “pichadores digitais” buscam por brechas ou vulnerabilidades no servidor web, erros na aplicação web ou mesmo em aplicações da hospedagem onde o site se encontra.

Geralmente os ataques são feitos  explorando erros na programação do site como um todo , formulários que permitem a inserção de dados são bem comuns não possuírem os filtros adequados . O atacante identifica a brecha e faz a inserção de um código malicioso que pode resultar na alteração da página principal ou parte dela.

O problema é que vulnerabilidades como Injection (SQL injection, XML Injection, etc), e XSS (Cross Site Scripting) são algumas das técnicas utilizadas para realizar esse ataque e elas fazem parte do Top 10 da OWASP (Open Web Application Security Project). Se alguém consegue explorá-las para “pichar” seu site, é bem possível que esteja vulnerável a ataques mais sérios, talvez mais graves do que apenas inserir uma mensagem de erro.

Por isso é importante não ignorar um ataque defacement, por mais insignificante que ele possa parecer em um primeiro momento, na verdade ele vai indicar que existe alguma brechá em seu site ou servidor.

Algumas soluções para evitar ou corrigir o defacement

  • O primeiro passo é retornar a página original  que foi alterada durante o ataque.
  • É importante que todas a brechas sejam encontradas e corrigidas.
  • O problema pode ser também no computador das pessoas que tem acesso para editar o seu site
  • Plugins e temas desatualizados podem ser um problema e permitem ataques

Guia básico ssl

Como já foi dito antes, esses ataques apresentam vulnerabilidades que podem ser exploradas para ações mais graves. Por isso, depois de subir a página original  do seu site, não esqueça de corrigir as vulnerabilidades, muitos profissionais apenas sobem o arquivo e não fazem outras alterações.

 

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s