8 sinais de que você precisa de ajuda para comprar com segurança

SB-XX-sinais-de-que-você-precisa-de-ajuda-para-comprar-com-segurança

A Site Blindado listou alguns sinais que exigem atenção na hora de consumir pela internet. Caso você não observe algum deles poderá enfrentar problemas para comprar com segurança, expondo a si ou suas informações para pessoas mal-intencionadas. Em algumas situações é necessário redobrar a atenção para checar se o site investe em medidas de segurança, passa uma sensação de confiabilidade e se ele é mesmo real ou apenas uma cópia que utiliza o nome de outra empresa tradicional.

Veja abaixo 8 fatores que mostram quando você precisa de ajuda para comprar com segurança e saiba como se proteger:

1) Você compra sem checar se o site tem o cadeado verde

A criptografia estabelece uma proteção de suas informações cadastrais e bancárias. Por isso, um site que possui SSL cria uma espécie de chave de segurança, conhecida como criptografia, de forma que se um terceiro conseguir interceptar seus dados, mesmo assim ele não será capaz de interpretar o conteúdo das informações. Para garantir sua segurança, sempre que estiver em uma página que solicite seus dados pessoais, bancários e senhas (com formulários), não deixe de checar se a página possui o cadeado verde, a inscrição “Seguro” e o HTTPS na URL. Estes sinais mostram que o site possui essa medida de segurança.

2) Você compra em sites que não possuem selo Site Blindado

Você verifica se a loja virtual onde está comprando é blindada? Caso não faça isso, saiba que o selo Site Blindado é uma medida importante que certifica que o site passou por análises de segurança para identificar suas vulnerabilidades e corrigi-las. Por isso, sempre analise se o e-commerce possui esse selo, que precisa ser clicável e direcionar para uma página constando o site, razão social da empresa e data de autenticação que deve ser exatamente igual ao dia em que você fizer a análise. Você também pode utilizar o canal Verifique para consultar se o selo de um site é real.

3) Você não adota um nível de desconfiança com sites desconhecidos

Um site desconhecido por você pode ou não ser idôneo. Para evitar cair em golpes, procure analisar todos os elementos de segurança do site, como seu design, linguagem, consistência das informações, comentários de outros compradores e entre outras ações que te ajudem a conhecê-lo melhor. Assim, como você analisa bem um desconhecido antes de convidá-lo para entrar em sua casa, comprar com segurança exige o mesmo processo de investigação. Se tudo estiver ok, então vale seguir em frente.

4) Você confia em ofertas muito fora do padrão

Se o celular da marca X custa R$2.000,00 na loja oficial e em varejistas mais conhecidos, é bastante suspeito que um site do qual você nunca tenha ouvido falar o venda com descontos de 30%, 50%. Tome muito cuidado para não ser facilmente seduzido por estas ofertas muito fora do padrão do mercado e desconfie. Analise se a margem “queimada” com a oferta faz mesmo sentido.

5) Você compra em sites desconhecidos sem testar canais de atendimento

Um ponto importante caso suspeite de um site é testar seus canais de atendimento. Veja como os atendentes se desenvolvem via telefone, chat, social media e demais meios que  empresa utilizar. Faça perguntas, analise o teor das respostas e se elas preenchem suas expectativas. Confira se os canais funcionam corretamente e se como funcionam sistemas de troca e devolução.

6) Você não confere a URL do site

A URL é o endereço do site, de forma que é impossível criar outro website a partir de um domínio já utilizado. Alguns criminosos, no entanto, criam sites falsos com nomes similares ao de marcas famosas ou então com terminologia diferentes (.com, .com.br, .org) para enganar os consumidores. Quem lê rapidamente, pode acabar assumindo que se trata de uma empresa na qual costuma comprar, especialmente quando o design da página também é copiado pelos fraudadores. Neste caso, a melhor solução é conferir letra por letra da URL para checar se ela realmente se trata do site original da empresa conhecida.

7) Você não consulta o CNPJ da empresa na Receita Federal

Caso você não conheça o site onde fará a compra, também cabe procurar qual a razão social que está por trás dele e sua situação na Receita Federal. Para isso, basta entrar no site da Receita e fazer a busca pelo CNPJ fornecido pela empresa, em geral, constando no próprio site. Apenas certifique-se que a URL está correta, já que algumas pessoas mal-intencionadas podem fornecer registros de terceiros nos sites falsos para enganar os consumidores.

8) Você não pesquisa a experiência de outros consumidores

Comprar com segurança também pode envolver a capacidade de ouvir e aprender com a experiência de outras pessoas. Por isso, é sempre válido consultar a opinião de outras pessoas ao comprar naquela loja, jogando o nome do domínio no Google, por exemplo, procurando opiniões no site e em redes sociais. Apenas atente-se que os perfis não sejam “fakes”. Uma avaliação “boa” de uma loja determinada por um volume muito alto de consumidores pode ser mais relevante do que uma avaliação de “excelente” vinda de 2 ou 3 clientes. Por isso, analise: qualidade da nota, volume de avaliações e veracidade dos perfis de quem está opinando.

Comprar com segurança na internet

Todos estes indicativos mostram quando é hora de melhorar sua atenção para poder comprar com segurança. Isso ajuda a evitar que você caia em fraudes ou que seu dinheiro e dados sejam roubados por criminosos. Se tiver outras dúvidas, não deixe de colocá-las nos comentários que nossos especialistas irão respondê-las!

 

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s