site é seguro

Segurança de site e e-commerce

66,7% dos internautas verificam se o site é seguro antes de comprar

11 nov , 2015  

Comprar na internet tem se tornado parte da rotina dos internautas, decorrido de vários fatores, dentre eles, a comodidade e a facilidade. Mas essa prática só se efetiva depois que os consumidores verificam se o site é seguro.

Como nem todo negócio é perfeito, muitos usuários deixam de comprar pela falta de segurança que o site transmite. Muitos consumidores pesquisam informações sobre o site, se esse tem selo de segurança ou algo que ateste que não existem riscos ao inserir seus dados no site.

No ano de 2014, 1 bilhão de dados foram roubados na internet, isso faz com que o usuário tenha o dobro de precaução, tanto na hora de inserir seus dados pessoais, como CPF e endereço, quanto os dados bancários.

Para auxiliar você à transmitir segurança ao seu consumidor, fizemos uma lista de como deixar isso visível e fazer com que a experiência do seu usuário seja tranquila e sem preocupações.

 

Dica 1: deixe o selo de segurança à mostra

 

É importante entender duas coisas nesse tópico, a primeira é: selo de segurança que tenha credibilidade. De nada adianta você ter um selo de segurança que não é conhecido. Imagine-se na seguinte situação: você está prestes a realizar uma compra e vai verificar se tem um selo, a loja tem, mas é de uma empresa desconhecida. O seu consumidor pode fazer com que ele desista da compra por não se sentir seguro.

A segunda é que de nada adianta ter um selo conhecido e não deixar ele a mostra. Muitas lojas deixam na parte inferior, dificultando que o usuário identifique-o. Utilize uma estratégia com teste A/B para saber o local mais propício para esse selo aparecer e mostre que seu site é seguro.

 

Dica 2: Quanto mais informação melhor

 

Como na internet existem muitas pessoas que fraudam, é importante que você comprove sempre sua existência. Muitas lojas não colocam endereço, CNPJ e telefone, isso, além de prejudicar o contato com o lojista caso o cliente tenha algum problema, pode transmitir a mensagem que a loja não é segura para realização de uma compra. Quanto mais você disponibilizar contato e informações, mais o consumidor vai sentir que é uma loja real e vai confiar em você para realizar a compra.

 

Dica 3: Uma boa reputação certifica que o site é seguro

 

Muitos consumidores têm observado não só em comentários, mas em redes sociais ou outros canais as experiências vivenciadas por outros usuários. Os comentários, por estarem na página do produto, acabam sendo os mais lidos. Por isso, é importante você deixar sempre visível as experiências dos clientes e caso tenha comentários negativos você pode responder e achar uma solução deixando-a visível para seus clientes.

 

Dica 4: Criptografia de dados

 

É importante que você, além de ter o certificado digital SSL, deixe claro ao consumidor que tem essa proteção e preocupação com os dados dele. Além de ser uma obrigação por lei, você demonstra que realmente se importa com sua segurança dentro da sua loja virtual.

Quanto mais segurança você proporcionar para o seu cliente mais confiante ele vai se sentir e assim, obtendo uma boa experiência de compra, vai retornar à sua loja. É importante se preocupar com essas dicas de percepção de segurança, com isso, você o conquista e também mostra que o site é seguro para futuros clientes.


,

By