dicas de seo

BlindaNews

7 dicas de SEO para quem tem um e-commerce

20 fev , 2020  

Mesmo que você não saiba exatamente do que se trata, já deve ter ouvido falar em SEO (“Search Engine Optimization”, ou “otimização para mecanismos de busca”), certo? Neste post, vamos explicar um pouco mais sobre essas técnicas e mostrar como elas podem ajudar a sua loja virtual a ganhar visibilidade e conquistar mais clientes!

 

Antes de mais nada, o que é SEO?

SEO é um conjunto de técnicas que ajudam sites a conquistar posicionamentos melhores nos resultados de sites de busca, como Google e Bing, por exemplo. No caso de lojas virtuais, entre as práticas mais conhecidas estão o uso estratégico de palavras-chave, descrições detalhadas e URLs práticas e de fácil acesso. 

 

Quais os benefícios do SEO para quem tem um e-commerce?

Hoje em dia, os sites de busca se tornaram a primeira parada para quem quer encontrar um produto ou serviço, e sabemos que dificilmente os usuários vão além dos primeiros resultados listados por seu buscador preferido. Em um segmento tão disputado como o comércio virtual, ser visto com destaque entre muitos concorrentes é uma vantagem e tanto! É por isso que fazer um bom trabalho de SEO se torna tão importante, afinal, atrair tráfego qualificado e orgânico sem gastar com isso e capturar a atenção de possíveis clientes é a meta de qualquer loja. Como possíveis resultados, podemos listar vendas mais altas, a conquista de reconhecimento e credibilidade no mercado e da possível fidelização de novos consumidores. 

 

Pronto para colocar sua loja virtual no topo dos sites de busca? Confira a seguir algumas dicas de SEO e otimize sua presença! 

 

1) Palavras-chave que abrem portas

A otimização do posicionamento da sua loja nos sites de busca começa com a escolha das palavras-chave certas. São elas que tornam o seu conteúdo – seja os itens à venda ou a missão, valores e propósito do seu e-commerce –  facilmente encontrável pelo usuário que realiza a pesquisa. Em contrapartida, a falta delas pode enterrar a sua loja nas temidas segundas e terceiras páginas de resultados, por isso, use palavras-chave específicas, descritivas e relevantes. 

Mas o que torna – ou o que é – uma palavra-chave relevante? Consideramos relevantes todas aquelas que tenham grandes volumes de buscas mensais, aqueles termos frequentemente procurados pelo público nos sites de busca. 

Pense bem nas palavras ideais para cada item que você esteja vendendo e trabalhe com as que melhor destaquem e descrevam o produto, seus usos e benefícios. A escolha das palavras ideais para os itens que você tem a oferecer pode contribuir com milhares de visitas orgânicas a mais para a sua loja! 

 

2) Os títulos são os carros-chefes das páginas

Levantadas as palavras-chave, agora é hora de inseri-las nas suas páginas, nos textos, descrições, imagens e URLs que você irá criar – falaremos sobre tudo isso em breve! título do anúncio, por possivelmente ser o primeiro contato do consumidor com a sua loja, é o grande chamariz, e, juntamente com a foto, o ponto de maior destaque da página, então, a palavra-chave mais importante e descritiva deve aparecer nele. Por exemplo, se você estiver vendendo um celular, a página deve apresentar no título a palavra “celular”, além do fabricante, o modelo e alguma outra funcionalidade bastante procurada pelo consumidor. Além disso, o título deve ser caprichado porque é uma das primeiras coisas que o Google avalia para entender o assunto sobre o qual a página indexada fala. Mas atenção: não ultrapasse os 63 caracteres, que é o limite estabelecido pelo buscador. 

 

3) Suas descrições podem te diferenciar da concorrência 

Vá além das descrições padrão fornecidas pelo fabricante do produto, porque todos os concorrentes da sua loja também as publicam. Criar textos chamativos e interessantes para os itens que você vende, além de ser um diferencial para se destacar nos resultados dos buscadores, ajuda no engajamento dos clientes e fortalece a personalidade da sua marca.  

Capriche nos detalhes: descreva bem o item, insira seus detalhes técnicos (tamanho, peso, cor, usos e benefícios) e crie uma seção de perguntas e respostas frequentes, inserindo as palavras-chave que falamos no item anterior sempre que possível. Use a criatividade!

 

4) Use imagens a seu favor

Quando o assunto é SEO, uma imagem complementa mil palavras! As fotos escolhidas para ilustrar seus anúncios também podem funcionar como um impulsionador nos sites de busca. Uma descrição clara do que a figura representa e um nome de arquivo informativo ajudam o Google a entender os elementos visuais da imagem e, consequentemente, a apresentar a página completa como resultado de pesquisas sobre o assunto também.

 

5) Descomplique os endereços 

É comum não dar tanta importância à URL, mas ela é um fator tão importante quanto os outros para melhorar seu posicionamento nas buscas, porque pode traduzir em poucas palavras o assunto principal da página. Assim, acaba sendo melhor e mais eficiente estruturar endereços simples, que descrevam de forma rápida e clara o item e, se possível, a categoria a qual ele pertence. Esqueça links cheios de palavras aglomeradas e números que não ajudam em nada a entender o que a página contém e aposte em um endereço que resuma e informe o que o público vai encontrar clicando ali. 

Para otimizar suas URLs, torne-as relevantes criando coesão e afinidade com as demais palavras-chave usadas para descrever o item na oferta. Não se esqueça de deixar os endereços tão legíveis quanto possível. Para isso, você pode usar hifens para separar palavras. Por exemplo, ao invés de www.sualoja.com.br/produtos/eletrodomesticos/geladeirafrostfree375litrosnomedamarca, seu link fica mais bonito e encontrável com poucos ajustes: www.sualoja.com.br/produtos/eletrodomesticos/geladeira-frost-free-375-litros-nome-da-marca.  Viu a diferença? O Google também vê! 

 

6) Segurança conta 

Além da atenção dada ao conteúdo, cuide também da segurança da sua loja virtual para ser visto nos resultados das buscas. Recentemente, o Google divulgou que considerará o uso de SSL como um fator para rankeamento, posicionando melhor os sites que utilizam o Certificado Digital SSL. Essa medida visa aumentar a proteção dos usuários e de seus dados, estimulando que sites que ainda não estejam usando SSL passem a oferecer essa segurança para seus clientes. Isso significa que as lojas que têm, aparecerão mais do que as que não. Por isso, se a sua loja ainda não conta com um Certificado Digital SSL, clique aqui para saber mais sobre os benefícios e como adquirir.

 

7) Velocidade de carregamento

Sabia que o tempo que o seu site leva para carregar conta na hora de aparecer nos resultados? Desde 2010, o algoritmo de ranking do Google considera a velocidade de abertura, porque o período gasto esperando impacta a experiência do usuário de forma negativa. Isso acaba diminuindo as visualizações da página e, consequentemente, as conversões. Tome medidas simples para otimizar a abertura das páginas da sua loja virtual! Reduza o tamanho dos arquivos de imagem, compacte códigos e melhore a navegabilidade sempre que possível. 

Siga essas dicas para ser encontrado pelo público que você deseja com segurança!

By