comportamentos na internet

Dicas de segurança na internet

11 comportamentos na internet que comprometem sua segurança

3 maio , 2018  

Alguns comportamentos na internet, embora comuns, podem comprometer sua segurança, facilitando o acesso a suas informações e vida pessoal que podem parar nas mãos de criminosos.

Por causa disso, fizemos uma lista com 11 comportamentos na internet que você deveria evitar para se manter protegido. Confira quais são eles!

 

1) Clicar na opção “Manter-me conectado”

A opção de manter você sempre conectado é bastante tentadora, já que evita que você tenha que digitar sua senha cada vez que acessa um serviço. Mas, você já se perguntou por que, afinal, o serviço exige a criação dessa chave de segurança?

Quase sempre, serviços que solicitam senhas lidam com informações sensíveis sobre você, contendo dados ou mensagens pessoais. Usá-los em sua casa, a partir de um computador pessoal, pode ajudá-lo a poupar tempo sem muitos riscos à sua segurança.

Por outro lado, é bastante arriscado utilizar esse recurso quando você faz um acesso a partir de um computador público. Seus dados ficarão gravados e qualquer um poderia acessá-los facilmente.

 

2) Não atualizar aplicativos para as versões mais recentes

Aplicativos e softwares de seu sistema – seja ele um computador, tablet ou smartphone – são alterados constantemente. Essas atualizações são importantes para a empresa não apenas trazer novos recursos, mas também corrigir erros presentes em versões anteriores.

Alguns erros são falhas de segurança que geram brechas que facilitam ataques por pessoas mal-intencionadas.

Por isso, é muito importante fazer a atualização de seus sistemas e aplicativos e garantir uma versão mais protegida.

 

3) Acessar sites de downloads ilegais, jogos online ou conteúdo adulto

Alguns sites são recheados de links que direcionam para downloads de aplicações que oferecem riscos à sua segurança.

Sites contendo conteúdo adulto, downloads ilegais e jogos online são alguns exemplos. Como há uma grande busca por esse tipo de endereço, pessoas mal-intencionadas costumam aproveitar o alto tráfego para criar sites maliciosos.

Ao clicar para baixar o arquivo, o computador é infectado, permitindo o acesso de crackers, ou seja, pessoas que praticam a quebra de um sistema de segurança de forma ilegal.

 

4) Procurar por polêmicas envolvendo famosos

Famosos são outro tema que costuma gerar interesse e muito tráfego na internet.

Por isso também, quem busca por polêmicas envolvendo famosos, como vazamentos de fotos e vídeos íntimos, por exemplo, costuma encontrar muito mais do que estava procurando. Estes conteúdos muitas vezes agem como iscas para atrair e infectar usuários desavisados.

Sites e links maliciosos podem tanto chegar por meio de uma mensagem de e-mail, celular, rede social ou mesmo fazendo uma busca por esse tipo de informação. Tenha cuidado!

 

5) Acessar redes wifi de desconhecidos

Um desconhecido na vizinhança deixou o wifi aberto (sem senha) e te pareceu uma boa ideia acessá-lo? Pois saiba que isso também é um comportamento na internet que pode comprometer sua segurança.

Algumas redes são deixadas sem senha por livre e espontânea vontade de seus proprietários. Se alguns deles podem até ter sido generosos, há outros que fazem isso para que ao você digitar suas informações, elas passem pelo modem e sejam registrados em um log de utilização.

Com isso, podem ter acesso a dados como e-mails, senhas de banco e serviços, dados de cartões de crédito e logins em redes sociais, sites de compras e etc.

 

6) Não gerenciar suas configurações sociais de privacidade

Se cadastrar em uma rede social para interagir com amigos e fazer novas amizades pode ajudar bastante na comunicação do dia a dia. Mas, descuidar das configurações de privacidade desses sites é mais um dos comportamentos na internet que podem afetar sua segurança.

Algumas vezes estas configurações podem estar programadas para exibição pública de suas fotos, publicações e dados pessoais.

Se isso acontece, um completo desconhecido – incluindo alguém mal-intencionado – poderia ter acesso a informações de sua vida pessoal com pouco ou nenhum esforço.

 

7) Fazer compras em sites não criptografados e sem selo Site Blindado

Fazer compras pela internet é algo simples e, com os devidos cuidados, bastante seguro – algumas vezes, até mais que pelo método offline. Por outro lado, nem todos os consumidores ainda tomam as precauções mínimas de segurança ao fazer compras digitalmente.

Sites sem criptografia SSL (HTTPS e cadeado verde), por exemplo, podem deixar suas informações vulneráveis, de forma que é razoavelmente fácil alguém mal-intencionado intercepta-las.

Já as compras em sites sem o selo original Site Blindado podem indicar que o lugar onde está comprando não passou por testes automatizados para identificar e corrigir falhas de segurança. Com isso, podem existir brechas que também coloquem seus dados em risco.

 

8) Não atualizar sua senha e/ou usar a mesma para todos os serviços

Uma senha segura deve ter ao menos 8 caracteres, com letras maiúsculas, minúsculas, números e ao menos 1 caracter especial (*, &,@,#,$). A dificuldade em criá-la e decorá-la pode fazer com que você acabe usando a mesma em todos os sites e serviços que utiliza, o que é um grande erro.

Se alguém mal-intencionado consegue invadir um serviço que você utiliza, essa pessoa poderá ter acesso a seus dados como e-mail e senha do serviço. Se essa senha for a mesma usada no seu cliente de e-mail, por exemplo, será fácil acessar sua conta.

Da mesma forma, o invasor pode ir quebrando a chave de acesso a outros serviços que você utiliza com muita facilidade e o que era um problema localizado, acaba se tornando um risco geral à sua segurança.

 

9) Confiar em promoções fora da realidade

Mesmo que pareça uma grande oportunidade comprar o iPhone naquele site desconhecido que o vende por metade do valor das lojas oficiais da Apple, esse é um alerta básico de que algo está errado.

Bilhetes de loteria, produtos com preços muito mais baixos que o padrão do mercado ou brindes que basta um clique para ganhar são fatores que merecem sua desconfiança.

Muitas vezes, o que há por trás disso são golpes como o de um produto que nunca será entregue após a compra ou cliques que dão concessão de acesso a algum cracker que poderá monitorar seu comportamento digital.

 

10) Não limpar histórico e cache quando acessa computadores de terceiros

Eventualmente você irá acessar algum computador que não é seu, mas de um conhecido, da sua empresa ou local de estudo. Só é importante que você não o utilize com a mesma confiança que mantém em seu gadget pessoal.

Como esses computadores são compartilhados, é preciso entender que outras pessoas poderão acessá-lo depois de você e, se não tomar os devidos cuidados, seus dados poderão ser salvos e suas contas facilmente acessadas.

Por isso, da mesma forma que você deve deslogar dos sites que acessou em computadores públicos, também deve limpar histórico, cache e senhas salvas do navegador.

 

11) Divulgar suas fotos e de seus familiares de forma pouco criteriosa

Muitas vezes, algumas pessoas podem compartilhar fotos suas e de seus familiares em redes sociais, serviços de mensagens instantâneas e outros sites. Só que isso exige um grande cuidado com privacidade, confiança nas pessoas que irão ver a foto e contexto da imagem.

Algumas pessoas acabam tendo sua privacidade exposta ao compartilhar fotos íntimas, à vezes, com pessoas que eram de sua total confiança.

Só que além disso, há casos de fotos que nos parecem totalmente inocentes, mas que podem ser manipuladas, descontextualizadas, usadas para fins de pedofilia ou por criminosos que querem identificar suas relações. Por isso, mesmo estas fotos exigem cuidados na hora do compartilhamento.

 

Se você quer manter sua segurança é muito importantes evitar esses 11 comportamentos na internet e tomar cuidado com sua postura ao navegar e comprar digitalmente!

 

Leia também:

WhatsApp clonado: como resolver e evitar esse problema

7 crimes virtuais já registrados – principais golpes da internet

Golpes no Facebook: como identificar e se proteger de promoções falsas

 

, , ,