destacar no e-commerce

Segurança de site e e-commerce

Segurança e mais 5 dicas práticas para se destacar no e-commerce

1 mar , 2017  

Para se destacar no e-commerce, o lojista precisa alinhar alguns pontos em seu site, como a melhora de processos de compra, oferta de informações de qualidade, maior segurança e opções de atendimento.  

Abaixo estão algumas sugestões que o varejista pode usar para se destacar das concorrentes com sua loja virtual.

1) Tenha um e-commerce de boa qualidade

Isso envolve um site leve, com fácil navegabilidade, design bem trabalhado, responsivo e intuitivo. Um bom e-commerce é fruto de uma programação e design eficientes. Quando o site é rápido, ele evita que o usuário saia da página. Quando o layout é agradável e intuitivo, o cliente também se sente confortável para passar mais tempo ali.

 

2) Forneça informações precisas

As informações dos produtos devem ser precisas e mais detalhadas o possível. O cliente pode desejar saber exatamente quanto espaço o móvel comprado irá ocupar em sua sala. Ou se ele passará pela escada de casa, se as dimensões da roupa se encaixam perfeitamente com suas medidas ou se o celular é leve e caberá no seu bolso. Todos esses atributos específicos do produto devem constar e, desnecessário dizer, serem escritos com um texto claro e sem erros de português.

 

3) Valorize a apresentação do produto

A forma de apresentar o produto, especialmente em relação às imagens utilizadas, deve ser muito bem planejada. Fotos de diversos ângulos tornam o objeto vendido mais palpável para o cliente e é mais fácil ele entender o que está comprando. Isso passará maior segurança para que ele efetue uma conversão. Se puder, incorpore também imagens com zoom para que o cliente consiga analisar algum detalhe que considerar importante.

 

4) Facilite as etapas de compra

Quanto maior o percurso até o carrinho de compras, mais chances há de que haja uma desistência do cliente. O consumidor pode se distrair com outros afazeres, deixar o processo para “depois” ou desistir completamente de comprar em sua loja. Por isso, encurte ao máximo o processo, facilite o cadastro no site e se coloque na posição de quem está comprando, proporcionando a melhor experiência possível para estas pessoas.

 

5) Dê alternativas flexíveis no pagamento

Alguns produtos “empacam” no carrinho de compras porque o cliente identificou certos problemas na hora de pagar a conta. Ele pode ter encontrado, por exemplo, pouca flexibilidade nas formas de pagamento (boleto, crédito, transferência bancária, PayPal, etc) que oferecem alternativas que não se encaixam a seu perfil. O parcelamento pode ser outro problema, bem como o valor do frete muito alto que pode encarecer o valor da compra e inviabilizar o pagamento do pedido.

Princípios básicos de segurança para lojas virtuais

6) Mostre como sua loja é segura

Outro problema que pode aparecer pelo caminho é em relação à segurança. Os clientes podem ter procurado e não encontrado sinais de segurança em sua loja, como o cadeado verde do SSL e o selo Site Blindado. Estes sinais ajudam o cliente a saber quando o site é criptografado e passa por testes frequentes que analisam e corrigem vulnerabilidades. No mais, as lojas também devem exibir a avaliação da compra pelos clientes, indicar telefones e canais de contato e fortalecer o relacionamento com o consumidor.

 

Além destas dicas, você pode tomar ações como a criação de diferenciais competitivos, melhoria do atendimento, saber trabalhar sua base de clientes, segmentar seus anúncios e analisar a taxa de conversão. 

Leia também:


By