segurança ativa

Segurança de site e e-commerce

Diferenças entre segurança ativa e passiva

7 fev , 2014  

A preocupação com a segurança tem se expandido para diversas áreas, inclusive à internet.

Como consequência, o mercado tem ofertado diversas ferramentas de segurança, Ativas e Passivas. Você sabe a diferença entre as duas? Nós explicamos para você!

 

Segurança Ativa

A Segurança Ativa tem por objetivo a prevenção e eliminação de riscos imediatos ou que possam vir a surgir. É a segurança de forma direta, a ação propriamente dita.

Podemos identificá-las, dentro da área da internet, como a prevenção de infecções de vírus, malware ou qualquer ação desenvolvida por pessoas mal-intencionadas, que por algum motivo pretendem ter acesso aos seus dados e se aproveitar de falhas na sua segurança.

Além disso é realizada uma varredura para a detecção de possíveis portas de entradas para eles. Ou seja, essa segurança é feita de maneira contínua, com o intuito de eliminar qualquer risco que apareça e coloque em risco a integridade da página.

 

Segurança Passiva

Já a Segurança Passiva é aquela que vai agir com o “sinistro” já em andamento,. Irá auxiliar na análise e gerenciamento do problema, tomando providências de segurança que ajudem na redução de impactos e riscos. Com isso, tentará preservar outras áreas que corressem o risco de serem afetadas, como o local de origem do vírus.

As ações de prevenção serão tomadas com base na emissão de relatórios que serão emitidos após varredura em todo o sistema.

 

Segurança nas empresas

Quando se trata do universo corporativo, a importância da segurança de dados e controle de fluxo dos mesmos se torna uma questão de sobrevivência. E não restam dúvidas que as empresas, a cada ano, vêm aprimorando a segurança de seus dados e investindo no segmento.

O e-commerce, um do segmentos que mais cresce no Brasil, talvez seja um dos que mais necessitem de segurança na internet, pois trabalha com dados de terceiros, no caso os clientes. Os consumidores temem pela segurança de seus dados. Por isso, procuram apenas inseri-los apenas em sites seguros, que trabalham para eliminar riscos à suas informações.

Vale ressaltar que com a ascensão da internet, os crimes virtuais se tornaram comuns e aumentou o número de vítimas.

Em pesquisa divulgada em Agosto de 2013 pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado de São Paulo – Fecomercio/SP foi constatado que entre 2012 e 2013 houve um aumento de 5,2% no número de pessoas que já foram vítimas ou que conhecem alguém que já passou por alguma prática criminosa online.

 

Como proteger meu site?

Para que sua página seja Blindada contra qualquer risco de invasão que venha a expor informações pessoais de seus consumidores, é importante encontrar uma empresa que ofereça esse tipo de serviço.

Uma das mais importantes empresas de segurança da internet é a Site Blindado, que protege alguns dos principais e-commerces do país, como Submarino, Ponto Frio, Dafiti, Polishop, entre outros.

A empresa desenvolveu o Selo Site Blindado, que certifica quando o site está seguro para qualquer tipo de ação. Este selo se tornou referência no mercado, aumentando a confiança e conversão dos clientes.

 

Quer obter mais informações sobre segurança ativa e passiva e o Selo Site Blindado? Entre em contato conosco ou deixe suas dúvidas nos comentários!

 

Leia também:

Por que investir em segurança do site?

Segurança de e-commerce: por onde começar

Como fazer a gestão da segurança do e-commerce?