evitar fraudes

Segurança de site e e-commerce

Evitar fraudes: 3 ações simples que protegem seu e-commerce

13 jun , 2019  

Quando falamos de invasões e ataques em e-commerces, podemos destacar que as principais vítimas são as lojas virtuais de pequeno e médio porte. Isso porque elas investem pouco em segurança, ou seja, quando atacadas mal conseguem evitar fraudes.

A situação, além de prejudicar financeiramente os negócios, traz muita dor de cabeça aos donos. Mas felizmente é possível diminuir os riscos a partir de ações simples e eficazes.

Basicamente, os problemas mais comuns estão ligados aos cartões de crédito fraudados, chargeback, fraude amigável e phishing. Clique aqui e entenda melhor cada uma delas.

Senhas seguras ajudam a evitar fraudes

Já viu algum site que solicita senhas complexas, com caracteres maiúsculos, minúsculos, especiais e números? Acredite, apesar dessa ação parecer inútil, chata e burocrática, garante mais segurança aos dados do cliente e, consequentemente, ao e-commerce.

Senhas que não seguem um padrão são mais difíceis de serem descobertas, ou seja, diminuem o risco de fraudes.

Junto a isso, é interessante complementar a segurança utilizando captcha (Completely Automated Public Turing Test to Tell Computers and Humans Apart), aquela famosa “caixa” de confirmação. Ela serve para impedir que robôs realizem o preenchimento automático de formulários, evitando spam, envio informações para outros robôs e poluição do banco de dados da loja virtual.

Atenção as Red flags

Red flags ou bandeiras vermelhas, são sinais de que algo durante a operação de compra está errado. Por isso, ficar atento as movimentações anormais é essencial para detectar fraudes e acabar com irregularidades. Podemos destacar alguns fatores:

  • Muitas compras de uma só pessoa seguidas de diversos cancelamentos;
  • Padrões de gastos incomuns e em poucos intervalos;
  • Compras realizadas com IP suspeito de países que não fazem parte do seu nicho.

Claro que em meio a essas características sempre há exceções, mas configure alertas automatizados para que você saiba toda vez que os padrões acima surgirem. Caso precise de ajuda no gerenciamento das informações, utilize uma plataforma de ERP e BackOffice.

Mantenha os softwares atualizados

Boa parte das lojas virtuais utilizam plataformas que precisam de plugins, e por sua vez, estes plugins precisam de atualizações constantes. Parece algo sem importância, mas atualizar os softwares é um jeito de evitar fraudes, além de manter o bom funcionamento do site.

Outra maneira de livrar seu e-commerce de criminosos é procurar por serviços personalizados de segurança. Continue no blog e conheça alguns deles.

Leia também:

Saiba quais são os principais tipos de fraude no comércio omnichannel

Chargeback: o que é e quais prejuízos pode trazer para o seu e-commerce

3 ameaças cibernéticas que podem afetar a sua loja virtual em 2019

, ,