BlindaNews

Como identificar se as vendas no e-commerce são legítimas

6 jun , 2019  

Quando uma empresa decide atuar no ambiente online, ou seja, realizar as suas vendas no e-commerce, deve saber que além das vantagens, também vai encontrar pela frente alguns desafios. Isso porque há muitos criminosos na internet praticando fraudes.

Eles podem se passar por empresas, para roubar dados dos clientes, ou se passar por clientes para efetuar compras com dados falsos nas lojas virtuais. Saiba como se proteger e garantir que suas vendas sejam legítimas, de compradores reais.

Cartão de crédito fraudado

Essa, talvez, seja a forma mais utilizada por criminosos para conseguir realizar compras ilegais, prejudicando as vendas no e-commerce.

Nas compras com cartão de crédito, é necessário repassar os dados do titular e o código de segurança. Para conseguir essas informações, os criminosos realizam o roubo físico ou pelas próprias plataformas online. Não é raro encontrar casos em que o hacker invade o site, rouba dados de diversos clientes e, em seguida, realiza compras no próprio site com esses dados.

No momento em que a transação é concluída, o e-commerce torna-se responsável por validar a compra. Por isso, após descobrir a fraude é preciso contatar a empresa emissora do cartão e cancelar a compra. Contudo, o melhor é sempre se prevenir desse tipo de problema, protegendo os dados dos clientes.

Chargeback ou fraude amigável

O chargeback acontece quando o cibercriminoso efetua a compra com cartão de crédito (na maioria da vezes roubado) e recebe o produto. Porém, quando a fatura chega, o dono real do cartão não reconhece a compra e cancela, pedindo reembolso. Entenda mais sobre o chargeback clicando aqui.

Como dito anteriormente, as operadoras de cartões não se responsabilizam por essa operação, sendo assim os prejuízos ficam todos por conta do vendedor.

Para fugir do chargeback, o e-commerce pode recorrer ao uso de certificados SSL, minimizando os riscos de sofrer com esse golpe.

As vendas no e-commerce podem ser prejudicadas por phishing

Os phishings têm o intuito de roubar dados dos clientes, se passando por empresas. Normalmente eles são disparados por e-mails, onde pedem senhas, número de conta etc.

É válido ressaltar que phishings só conseguem ter seus ataques bem-sucedidos quando os sites possuem brechas no sistema.

Então, primeiramente, certifique-se que as vendas no e-commerce não sejam prejudicadas por invasões. Conheça algumas formas de proteger sua loja virtual.

, ,